Como fazer orações mais poderosas em 2020

A oração é uma das armas mais poderosas que Deus nos deu, e olhando para 2020, acredito que nunca foi tão importante para o povo de Deus estar de joelhos. Mas saber rezar nem sempre é fácil. Os discípulos de Jesus sentiram a mesma confusão. Eles estavam familiarizados com as repetidas orações da Torá.

Mas Jesus orou com uma espécie de autoridade e poder que eles nunca tinham visto antes — como se Deus estivesse ouvindo! Então, quando eles vieram a Jesus, como dito Em Mateus 6, eles não disseram: “ensina-nos outra oração. Disseram: Ó Senhor nosso, ensina-nos a orar!”

A oração do Senhor (Mateus 6:9-13) é a resposta de Cristo. É uma bela oração e uma que cada cristão deve esconder em seu coração — eu desafiei minha neta a memorizá-la. Mas elegante como as palavras são, Eu não acredito que Jesus pretendia que se tornasse outra oração ritualística. Pelo contrário, era para ser um exemplo de como orar..

Saiba com quem está falando

A oração é uma conversa com Deus, e cada conversa começa por se dirigir à pessoa a quem você está falando pelo nome. Jesus começa com ” Pai Nosso no céu. Ele se concentra em uma pessoa distinta-o Pai Celestial com quem ele tem um relacionamento pessoal. Partilhamos o mesmo direito de chamar Deus “Pai”, e há alturas em que precisamos de falar com o nosso Pai Abba, o Pai Deus. Mas Deus é três pessoas distintas em uma: O Pai, o Filho e o Espírito Santo.

2. Tenha gratidão

Um agradecimento sincero é sempre um bom começo de conversa. Como qualquer Pai, Deus ama ver que temos corações gratos. Mas, mais importante ainda, enquanto levamos o tempo para louvar a Deus por tudo o que ele fez no passado — as orações atendidas, as situações impossíveis superadas, as curas e a graça — a nossa fé em crer por respostas ainda maiores à oração fica mais forte e mais confiante. O louvor abre as portas do céu e deve sempre fazer parte do nosso tempo a sós com Deus.

3. Peça proteção

A oração do Senhor não é o único lugar onde Jesus modelou um coração de obediência e submissão à vontade de Deus sobre seus próprios desejos e necessidades. No Jardim de Getsêmani, apenas horas antes da crucificação de Jesus, ele mais uma vez oraria: “não minha vontade, mas sua seja feita.”Em um mundo onde o certo e o errado são frequentemente confundidos e o futuro é tão incerto, pode ser difícil saber como orar ou o que pedir quando circunstâncias difíceis surgir. Mas a única coisa que podemos saber com absoluta certeza é que o plano de Deus para aqueles que o amam é bom, e o lugar mais seguro que podemos estar é no centro de sua vontade divina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *